segunda-feira, 21 de junho de 2010

Desabafo...




Perdoem-me pelo texto confuso e sem sentido, mas é só uma questão de desabafo...Só desabafo...

Me peguei pensando à respeito de mim mesma...da MINHA vida...dos MEUS problemas...
enfim, à respeito de tudo aquilo que me diz respeito..e sabem o que descobri?
Que em 21 anos, aos preparativos dos 22, ela não mudou em absolutamente nada...
E o que considero nada? Isso mesmo! A mesma coisa que você...minha vida se movimentou NADA!
Não considero um passo de mudança... nada acontece...
(nada que me modifique...que me desperte para algo do tipo: olha! Sua vida deu um passo! À seu favor...)
Hoje...durante um banho...sim! Um banho... praticamente 20 minutos destinados ao pensamento...nem eu mesma sei o por quê...
não costumo trocar palavras com o chuveiro...mas HOJE não tive escapatória...
Em 20 minutos pude observar, "DE CIMA", o mundo inteiro que me cerca...E tive 3 sensações:
A primeira sensação foi a de ver cada pessoa que está ao meu redor...às vezes, não totalmente ao redor, mas, ao redor de minha mente...Algumas do passado que voltam à tona...Algumas do presente [a maioria]... e outras talvez que eu nem conhecia à segundo atrás... Todas elas!
Percebi que existem mUUUUiiitasSSss pessoas maravilhosas...que conheço a todo tempo, ou não...há também quem eu já conheça de outras vidas...de berço...de antes de eu nascer... há quem já "não existe" pra mim...ou não! Há ruins tbm...
A segunda sensação foi me enxergar como um ponto negro nesse globo...onde cada pessoa poderia fixar os olhos e pensamento por alguns instantes e saber exatamente o que causo nela...
A terceira sensação foi aquela que me deu certeza do que sou... foi aonde pude ver que não sou o alvo da alegria, mas sim da tristeza...da maioria das pessoas maravilhosas que me cercam...
Nessa, pude ter certeza do mal que causo nas pessoas que me cercam...
Me deparei com uma máscara, em meu próprio rosto, que denota alegria 24 horas por dia...e que não permite que ninguém, muitas vezes, nem eu mesma, enxergue o que há por baixo...
Essa máscara, quase sempre sorridente, esconde até de mim mesma aquilo tudo o que eu sinto...(famoso sorriso amarelo...)
Esconde de mim mesma o que eu sinto...e me confunde em relação a tudo isso...
Me vi ajudando pessoas...[sim! Eu ainda consigo, raramente...]
Me vi magoando pessoas...fazendo-as sofrer... na maioria das vezes...e estas, mesmo inconscientes, fazendo mal à outras através de um único ponto: EU MESMA.
Ainda pra ajudar...há pessoas que tentam à todo momento me dar rasteiras...tentam chegar perto pra derrubar..[mas pra essas eu nem ligo...]
Dói mais, em mim, as pessoas que eu magoo...que me magooem eu já acostumei... eu acho...
Nem dói tanto mais... Dessas eu passo por cima e nem sinto a "lombada" que se forma em meu caminho quando elas caem...basta que eu esteja certa do que eu quero...o resto flue naturalmente...O velho sorriso amarelo ainda volta a sorrir, mesmo que forçado...sem brilho nos olhos...para as "velhas" pessoas ... ou novas, talvez...O sorriso que eu queria destruir...
Antes me visse sem sorriso (amarelo) e com lágrimas...do que aos prantos contidos dentro do peito...

Enfim...
Pude ver de cima como anda a minha vida...e percebi que, como um disco riscado...ele até "pula" algumas falhas...mas sempre volta ao mesmo lugar...este velho "sorriso amarelo" ainda tenta esconder o que não pode...
E a pior parte é que ele ainda consegue...
Até quando...?
Até quando... "/

2 comentários:

  1. MAs eh só ter paciencia...Tenho certeza que um dia vc irá conhecer uma pessoa que fará sua vida mudar completamante..e td isso que vc sente vai mudar..seu sorriso será de verdade..e vc será muito feliz...tenho certeza disso... Quando isso acontecer aproveite cada minuto de sua felicidade

    ResponderExcluir
  2. Tá, vc não é a única que se sente assim...

    ResponderExcluir