segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Trechos...

"Quando você não esperar vai doer...
E eu sei como vai doer!
E vai passar como passou por mim,
e fazer como se sinta assim:
como eu me sinto,
como eu vejo,
como eu vivo,
como eu não canso de cantar...
Eu sei que vai ouvir,
eu sei que vai lembrar.
E vai rezar pra esquecer,
vai pedir pra esquecer!
Mas eu não vou deixar...
Eu não vou deixar!"

"Inabalável, não há como fazer você parar
Pra pensar como eu tenho agido nos últimos dias
Em que eu lhe vi
Você não merece tudo que eu ouso sentir... E dói demais!
E dói demais ter você assim
Nunca há paz pra você nem pra mim
Por isso eu quero saber o que fazer
E nada mais parece te abalar
E nada mais te faz rir ou faz chorar
Não há ninguém aqui pra você provar que existe...!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário