quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Hã?!

Se eu sinto falta do seu amor?
Como posso sentir falta se ele nunca existiu, 
nem sei que cara ele teria, 
nem sei que cheiro ele teria...

Não existiu morte para o que nunca nasceu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário