sábado, 2 de junho de 2012

E entre tantas outras...


“Disse a flor ao pequeno príncipe: 
- É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. 
Dizem que são tão belas...” 



 “ - Ela é sozinha, porém, mais importante que todas vós, pois foi ela que eu reguei. Foi ela que pus sob a redoma. Foi ela que abriguei com o para-vento. Foi por ela que matei as larvas (exceto duas ou três, por causa das borboletas). Foi ela que eu escutei se queixar ou se gabar, ou mesmo calar-se algumas vezes, já que ela é a minha rosa...”



Antoine de Saint-Exúpery




Nenhum comentário:

Postar um comentário